Sunday, November 25, 2007

Mombojó no Era Só

25.11.07

Foto:divulgação
Tião Francis está se tornando o olho que tudo vê, e conferiu o show do Mombojó aqui em Curitiba, dia 22, no Era Só o Que Faltava. Vamos aos imperdíveis!

Os imperdíveis apontamentos de Tião Francis.

Por: Tião Francis

Sim, sou insistente e a Má Mosol mais ainda, pois me deixou ocupar tão garboso espaço novamente!

A noite é no Era só o que faltava! Espaço sempre aberto para bandas chamadas alternativas, sejam elas suecas ou pernambucanas. Hoje é a vez de Mombojó que não é uma banda sueca e sim pernambucana, mais precisamente do Recife, lá de onde saem tantas bandas legais...

Já tinha visto uma pequena amostra da banda, no saudoso Curitiba Pop Festival, mas nada que chamasse muito a atenção, na verdade tinha até pensado que era “muito barulho por nada”!!

A cortina abre e a banda se mostra, ok! O visual é até legal, estilinhoretroapoucosaidobrexomaiscooldacidade, mas o som é morno e melancólico, com pouca força, pouco entusiasmo. Em certo momento penso estar escutando uma nova versão de Burt Bacharach moderninho, mas talvez seja só impressão, logo acordo desse devaneio quando Marcelo Machado troca sua guitarra original por uma possante e negra Les Paul e um turbilhão de efeitos com seus 14.000 pedais (retrô, é claro!! hahaha) essas trocas de guitarra iriam durar boa parte do show. As coisas começam a melhorar e o vocalista Felipe S, apesar de continuar sem grande entusiasmo, comanda a banda para uma mistura da parte retrô com um rock mais agressivo e contemporâneo (de sotaque nordestino, é claro!!), ponto para os caras!! A bateria de Vicente Machado (será que é parente do caranomederua??) e o baixo de Samuel são bem competentes, mas quem ganha a cena é o “seu barba” mais conhecido como Chiquinho, o comandante dos teclados e efeitos super especiais. O cara toca muito e traz para a banda um som mais moderno quando é nisso que pensamos e mais clássico quando isso é preciso. Chiquinho é 10!

Eles ainda guardam um trunfo na manga, Marcello Campello, que além de uma linda guitarra semi-acústica, por vezes saca seu instrumento inusitado e ataca de escaleta, bem legal !!

Pena que quando tudo começa a ficar perto da perfeição, o show termina e as cortinas se fecham. Mas espere um pouco, ainda faltam músicas conhecidas e o público quer mais... Então eles voltam, claro!

Só que nesse meio tempo deve ter ocorrido algo muito estranho no camarim, sei lá, algum problema elétrico, de voltagem... A banda voltou super “ligada” e como eles mesmo cantam “ ...um dia todo mundo vai morrer...”, nesse caso nem que seja de tanto cantar e dançar, pois tudo que era melancólico e sem entusiasmo acabou com a primeira parte do show. Na verdade foi um novo show, agora sem trocas de guitarras, só a Les Paul, e bem pesada, rock de verdade e de qualidade. Felipe S me surpreendeu e comandou a banda, a “platéia”, cantou, dançou e se desfez em elogios ao público, que retribuiu com muita alegria. Era essa a chave, a chave do reino da alegria...

deixe-se acreditar

eu quero um samba pra me aquecer
quero algo pra beber, quero você
peça tudo que quiser
quantos sambas agüentar dançar
mas não esqueça do nosso trato
da hora de parar
só vamos embora quando tudo terminar
eu vou te levar aonde você quer chegar
eu tenho a chave nada impede a vida acontecer
deixe-se acreditar
nada vai te acontecer
tudo pode ser
nada vai te acontecer, não tema
esse é o reino da alegria

8 comments:

Felipe said...

ah cara, eu quase fui no show!
que droga.

fui no que eles fizeram no primeiro semestre, no mesmo 'era só'. o som estava horrível mas o som foi idem bom, sabe?
enfim

a resenha do cidadão ali está boa.

Felipe said...

quer dizer, troque o 2º 'som' do comentário acima por 'show'

Mariana said...

queridaaa! =)
você escreve muito bem, vou espalhar o endereço do blog!
haha beijão!

Má Mosol said...

Oi Felipe! Fico feliz que tenha voltado.
Eu não fui no show do primeiro semestre, mas fui nesse. Também ouvi de um pessoal que o som não estava bom mas dessa vez estava ótimo.
O Tião é ótimo!!

Má Mosol said...

Oi Mariana! Que bom que você gostou. Mas não esqueça que os méritos desse texto são do Tião..hehe. Ele existe mesmo e não sou eu..hahaha! Volte mais!!

Daniel Caron said...

Está muito gostoso de ver o blog Ma. Parabéns!

L.B. said...

Tião... te deixo um beijo e esse comentário é pra dizer que gostei muito do texto.
:- )

VigHa said...

uau vc gosta mesmo de rock!
Tava aqui no trabalho sem nada pra fazer pesquisando sobre Curitiba (já q vou 'invadir' a terrinha de vcs em abril) e fiquei feliz q tenha apreciado o show do Mombojó banda daqui de minha terrinha. Conheço alguns dos meninos mas o som deles né muito minha praia não.
Vi que vc parou de escrever desde dezembro, pq? tirou férias do blog? Continua garota! adorei teus posts.. quero ficar bem informada sobre meu novo lar e as baladas alternativas ;)

contador